Relato de um sobrevivente da ditadura gay

Belo Horizonte, 12 de Novembro de 2032.

Meu nome é José Eduardo Noronha (nome fictício) e eu sou um sobrevivente da ditadura gay.

Os fatos que passo a relatar ocorreram no já distante ano de 2012, no auge dos tempos de ferro da ditadura gay, como várias publicações da época podem comprovar. Esta não é mais uma história dessas publicações. É o relato pessoal de uma vítima da perseguição da maioria homossexual àqueles que pensavam diferente.

A ditadura gay não era de brincadeira. Nessa época, eles possuíam vários horários nos canais abertos de televisão onde pregavam contra as pessoas normais. Eles diziam que o estilo de vida hétero era algo que não estava nas palavras sagradas do CD Hard Candy, da “Deusa” Madonna. Eles estavam também nas escolas, onde tentavam convencer as criancinhas a serem gays, na hora de fazerem sua opção sexual. Graças ao bom deus misericordioso, nosso querido presidente Malafaia, na época um humilde pastor comprometido com o combate ao estilo de vida dominante, conseguiu barrar este absurdo (o presidente Malafaia foi posteriormente perseguido, como todos sabem, e conseguiu exílio na Argentina, atravessando a fronteira vestido de drag queen para escapar do apedrejamento).

Para conseguir apoio popular, a ditadura gay utilizava a moda, a propaganda e as celebridades. Um show da cantora Lady Gaga, realizado no Brasil naquele ano de 2012, teve todos os ingressos esgotados em poucas horas.

Era fim de noite de domingo. Eu voltava de um show do Mr. Catra com uma amiga. Hoje, penso que só fui perseguido por estar neste ambiente. Mr. Catra era um músico que cantava a afirmação hétero, uma coisa meio subversiva na época, tal qual Chico Buarque nos anos 60 e 70. Pois bem, saí do show de mãos dadas com essa minha amiga. Ok, vou assumir: ela era minha namorada. Creio que um travesti, que sempre nos xingava e humilhava quando descíamos a Afonso Pena, nos viu e denunciou.

Em menos de cinco minutos o New Beetle da patrulha gay parou na nossa frente, com a sirene ligada. Fomos separados. Eu fui jogado no banco traseiro do New Beetle. Nunca mais vi minha namorada.

As horas que se seguiram foram de puro terror. Fui aprisionado no porão de um outlet da Abercrombie, fora da cidade. Depilaram meu peito. Colocaram um buldogue francês para me lamber o rosto. Me enforcaram com um lenço palestino. Me fizeram ouvir Beyonce por horas a fio. Me cadastraram no Grindr. A única coisa que me davam para comer era yogoberry de damasco, uma vez por dia.

Queriam que eu entregasse meus companheiros: quem estava se casando no sagrado matrimônio, clandestinamente, nas discretas igrejas escondidas pela cidade. Queriam que  eu entregasse quem eram os agressores de carecas e playboyzinhos que agiam na calada da noite. Queriam que eu entregasse eleitores que tivessem votado nos deputados  de oposição da temida “bancada do bate cabelo”, que barrava todos os projetos da minoria, como a união entre duas pessoas de sexo diferente e o kit família nas escolas.

Resisti bravamente. Depois de muito tempo de tortura, fui libertado. Mas já não era mais o mesmo. Tinha medo de andar na rua. Tinha medo de arrotar. Tinha medo de alguém me ver comprando meu desodorante AXE. E este medo demorou a passar.

Mas a população foi às ruas, guiada por exemplos de luta pela igualdade nas artes, como Latino e Rafinha Bastos. Casais formados por homens e mulheres chocaram a sociedade se beijando em público. Homens começaram a afirmar sua heterossexualidade brigando nos estádios. A parada do orgulho hétero se tornou, ano após ano, um evento turístico, atraindo cada vez mais simpatizantes.

Graças a estas pessoas, hoje eu estou aqui, de pé, na Praça Bolsonaro (antiga Praça da Liberdade), podendo abrir os braços e dizer:

Eu sou um sobrevivente da ditadura gay.

Nota do autor: esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com personagens, lugares ou eventos da vida real são mera coincidência. O que me sobra em sarcasmo me falta em dinheiro para processos. Fiquem com Deus.

Anúncios

Horóscopo Susan Miller para homens hétero

*Este texto é, obviamente, uma obra de ficção. Não existe horóscopo para homens hétero.

Áries

A chegada do inverno deixa evidentes alguns pontos controversos da sua aura. Neste período de clima frio, fica mais fácil reparar o grande número de suéteres gola V que você possui, além de despertar em seu círculo de convivência a lembrança de que você aderiu à moda de usar lenço palestino a dois anos atrás, mesmo sendo homem. Isso pode levantar suspeitas sobre a sua sexualidade. Durante este período turbulento, evite comentar que o clima do inverno resseca sua pele, ou pedir mojito no happy hour com os amigos.
No amor: não tenha medo de expressar toda a sua delicadeza. As mulheres adoram homens sensíveis.
Na vida profissional: retire essa caixa de chá verde de cima da sua mesa. Aí já é demais.

Touro

Você atravessará um período conturbado devido a uma terrível convergência do destino: infelizmente, a semana de TPM da sua namorada coincidiu com o anúncio da separação de Johnny Depp, Daniel de Oliveira, Tande e Bruno Gagliasso, o que a faz acreditar que “a bruxa tá solta” e deixá-la aproximadamente cinco vezes mais paranóica que o normal. Pense bem no que dizer antes de abrir a boca, tenha sempre um chocolate à mão e evite deixá-la insegura. Lembre-se de que, entre os signos do zodíaco, o conhecido por ter chifres é você.
No amor: tempo propício de  começar relacionamentos com pessoas de capricórnio, que pelo menos é um signo que ostenta chifres maiores que o seu.
Na vida profissional: evite comentar sobre a nova secretária que seu chefe contratou.

Gêmeos

O período de tranquilidade e calmaria está terminando, em breve as turbulências e polêmicas voltarão ao cotidiano à medida que Ronaldinho Gaúcho for descobrindo as boates de Belo Horizonte. Mas para Gêmeos, no caso, as coisas continuam na mesma. Conhecido por ser uma pessoa de extremos, o geminiano continuará sendo considerado um chato por todo o cosmos. Para combater essa influência negativa, é interessante que o geminiano preste atenção a algumas atitudes, como por exemplo: antes de demonstrar toda o seu conhecimento sobre a política interna da Síria, comece a lavar a própria louça.
No amor: Por ser duas caras, o geminiano deve tomar cuidado. Ao encontrar a amada, deve desativar as notificações automáticas de seu whatsapp.
Na vida profissional: o universo gostaria de lembrar ao geminiano que sua opinião não é necessária em todo e qualquer assunto que você escuta.

Câncer

Este é um período de revelações para a pessoa de Câncer, que não deve ter medo de se mostrar para o mundo exterior. Cantarolar a música das empreguetes em público não é vergonha nenhuma, afinal mais raro do que um alinhamento entre planetas é a Globo fazer uma novela das sete boa, o que é o caso. Entretanto, o canceriano deve tomar cuidado para não exagerar e começar a usar as gírias da novela, afinal não existe nada mais ridículo do que gente que usa gírias de novela.
No amor:  A pessoa de câncer é conhecida por ser “chorona” e se fazer de vítima. Evite escutar Adele.
Na vida profissional: evite escutar qualquer coisa sem fones de ouvido.

Leão

A pessoa de Leão se acha. Ao invés de ler “O monge e o executivo” e fazer séries na academia apenas pra parte superior do corpo, o leonino deve tentar controlar seus ímpetos de autoadoração para se tornar uma pessoa mais tolerável. Deve estar atento  a não se fazer tanto de vítima quando descobre que não é essa Coca-Cola toda, pois estudos recentes indicam que os genes do leonino são os principais responsáveis pelo fato de as novas gerações terem cada vez mais cara de moça.
No amor: a influência da lua sobre o seu salário de estagiário não permite que você pague tudo para a moça, então tenha dois encontros no mês, no máximo.
Na vida profissional: não faça direito. Não existe nada mais insuportável que um leonino que faz direito. 

Virgem

A aproximação de um momento de decisão cria angústias e incertezas na mente do homem de virgem: para quem torcer? Corinthians ou Boca Juniors? Evite tomar decisões durante esse período de dúvidas. O virginiano deve apenas relaxar, tomar uma cerveja e torcer para que a terra abra e engula o estádio com os dois times e suas respectivas torcidas dentro. Tanto no primeiro, quanto no segundo jogo.
No amor: Para o homem, não dá pra pensar em amor sendo virgem.
Na vida profissional: use o “responder a todos” do email APENAS QUANDO A RESPOSTA REALMENTE INTERESSAR A TODOS, FILHO DA PUTA.

Libra

Conhecida pelo equilíbrio em suas decisões, a pessoa de libra invariavelmente se torna chata pra caralho. Seu “equilíbrio” nada mais é do que sua incapacidade de sair de cima do muro. O libriano típico é aquele sujeito que compra livros com coletâneas de pensamentos do Rubem Alves, Oscar Wilde ou outro tipo desses, e começa a citar frases aleatórias sempre que não sabe o que dizer e acha que está se passando por culto. Neste período de ascensão da Classe C, deve evitar compartilhar imagens nas redes sociais, pois ou vai ser pseudo-político, ou pseudo-religioso, ou pseudo-engraçado e ninguém gosta disso.
No amor: Evite se relacionar com pessoas de escorpião, que são manipuladoras e vão se aproveitar do fato de você não conseguir tomar uma decisão na vida, seu tanga frouxa.
Na vida profissional: Evite mandar email perguntando para onde você pode “estar encaminhando” seu currículo.

Escorpião

O escorpiano gosta de se gabar de ser um conquistador nato, com alto poder de sedução.    Entretanto algumas interferências mundanas podem mascarar seu poder de sedução, como por exemplo colocar som no porta mala, usar regata pra sair à noite e fazer dancinhas combinadas com outros amigos escorpianos. Mas não se abale: a chegada de uma nova tendência “periguete” despertada pela personagem da Isis Valverde na novela pode te abrir alguns caminhos de sucesso. O escorpiano, inclusive, deve ficar atento à Isis Valverde, que está muito gostosa.  
No amor: Caso pretenda iniciar um novo relacionamento, o escorpiano deve ficar atento: só você e o Mark Zuckerberg acham que é possível paquerar “cutucando” alguém no Facebook. Porém ele é bilionário e você não, então aproveite o momento para rever alguns conceitos.
Na vida profissional: para garantir um período próspero no trabalho, não existe atitude melhor para fazer o universo conspirar a seu favor do que puxar o saco das pessoas certas.

Sagitário

“Se o campeonato acabasse hoje, o Cruzeiro era campeão hein?!” frases como essas podem prejudicar as relações da pessoa de sagitário nessa época da vida. Em primeiro lugar porque o campeonato brasileiro não vai acabar em pleno Julho e em segundo lugar porque não é engraçado muito menos criativo falar isso. Pretensamente bem humorado, o sagitariano deve tomar cuidado para não virar o tiozão da geração seguinte. Você deve aproveitar o período de mudanças que ocorre na transição do primeiro para o segundo semestre e deixar de ser coxinha.
No amor: Aproveite o magnetismo provocado pela aproximação de vênus e júpiter para conversar ohando nos olhos e evite juntar saliva nos cantos da boca enquanto estiver conversando.
Na vida profissional: pare de pegar comida que não te pertence na geladeira. As pessoas sabem que é você.

Capricórnio

A pessoa de capricórnio passa por um momento de intensas transformações em sua vida. Já próximo da casa dos 30 anos, o metabolismo do capricorniano não é mais o mesmo. Durante esse período, evite beber vodca às sextas feiras, ou a azia proveniente dessa decisão impedirá que você beba pelo resto do fim de semana.
No amor: para azar do capricorniano, o dia dos namorados já passou e com ele passou também o desespero da mulherada em arrumar alguém. O alinhamento da moda do sertanejo universitário com o período de festas juninas, porém, cria um momento propício para a pessoa de Caprícornio chutar a lata e pegar umas gordinhas nesses rodeios de interior.
Na vida profissional: evite fazer MBA em marketing. Na prática essa bosta não serve pra nada.

Aquário

Instrospectivo, o homem de aquário deve tomar cuidado para não parecer arrogante. A proximidade do atual momento com o final do mês pode deixar as pessoas do seu convívio social ligeiramente cansadas e mal humoradas, por isso evite ficar repetindo os casos daquele seu intercâmbio na Europa que ninguém mais está afim de escutar.  
No amor: Evite discutir a relação por telefone. Conversar com uma mulher sem visualizar sua expressão facial e corporal pode ser um erro muito perigoso.
Na vida profissional: não encaminhe emails “com um texto genial do Jabor”. Primeiro que o Jabor não é genial e segundo que o texto nem é dele.

Peixes

Este é um período de ver coisas nunca antes vistas para o pisciano. Entretanto, a novidade tão aguardada pode demorar um pouco mais para ser usufruida por você. Sim, o novo Batman estréia no próximo 27, entretanto o fato de estarmos atravessando um período de férias escolares irá fazer você querer ir ao cinema apenas no começo de Agosto, evitando assim perturbações causadas por pré adolescentes mimados.
No amor: não deixe transparecer que você está tão ansioso assim por causa do filme do Batman, seu nerd.
Na vida profissional: A presença vigilante da Lua sobre a pessoa de Peixes insiste para que você pare de baixar filmes no torrent. Algumas pessoas no escritório utilizam a internet para trabalhar.