Carta aberta ao Marcelo Oliveira

marcelotrienador-1863946705

Oi Marcelo, beleza?

Queria começar dizendo que admiro muito seu trabalho e sua personalidade. Você deve estar aí finalizando os últimos preparativos pra estrear com sua camisa favorita amanhã contra o grêmio, então vou ser breve. Queria só te fazer uma sugestão.

Eu sei que você entende muito de futebol, Marcelo, mas como atleticano sei que você entende mais ainda de Atlético. Então queria te dar uma ideia. Esquece esquema tático, Marcelo. Vamos de ESQUEMA DO AÉCIO. Eu sei, eu sei… você deve estar pensando que todo mundo conhece o esquema do Aécio né professor? Mas pensa: ele combina demais com o Galo. Vale a pena tentar, é o time que todo atleticano quer, olha só:

Quero nossa defesa jogando com muito amor à camisa e afastando qualquer mínima possibilidade de perigo.

Quero nosso ataque incessante, tentando qualquer chance, partindo pra cima com muita criatividade e pouca técnica, como é a cara do Tucan…er, do Galo.

E sabe o que é melhor desse esquema, Marcelo? Ele combina DEMAIS com o Leandro Donizete. Pode falar com o general pra fazer de tudo, a maioria das vezes os juízes não vão nem ver. E se verem também, tenho certeza que vão falar que não foi nada.

Enfim, quero o time inconformado com a derrota. Querendo vencer a qualquer custo. Quero raça, quero vontade, quero intensidade, quero que joguem como se tivessem… sei lá, cheirado um carreirão de pó (hipoteticamente falando, claro. Não queremos nenhuma suspeita de recursos ilícitos pairando por aqui).

Você deve estar me achando utópico e até um pouco clichê, né Marcelão… mas se o time jogar nesse esquema, te juro, a vitória vem.

Afinal se até hoje ninguém deu conta de parar, não vai ser na nossa vez de usar que vai dar errado né?

Boa sorte, professor. Vamo Galo!

Anúncios

Quadrilha

Quadrilha

Aécio amava Márcio que amava Pimentel
Que era do partido de Roberto que era o mesmo de Patrus
Que era ministro do Lula que não sabia de nada.

Aécio foi pro Rio de Janeiro, Pimentel foi dar palestra,
Roberto foi um desastre. Patrus tem ação e coração
mas não tem poder de reação. E Márcio casou-se com Délio Malheiros
que estava o tempo todo do outro lado da história.

 

 

*Nota do autor: poema inspirado pela obra homônima de Carlos Drummond de Andrade e dedicado a todos os cidadãos conscientes que passam o dia tentando nos fazer enxergar a roupa nova do rei no facebook.

*Nota do autor II: esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações terá sido mera coincidência.

*Nota do autor III: notificações judiciais só serão aceitas se enviadas através de emissário cujo meio de transporte seja o futuro metrô Savassi/Pampulha, cujas obras já estão em avançado estágio de sondagem. Na Praça Sete.