Fufuca

Acordo com a notícia de que Fufuca assume a Câmara dos Deputados enfrentando a desconfiança de colegas. Não consigo deixar de pensar que “os colegas” estão errados.

Fufuca é o melhor nome na política do país em muitos e muitos anos.

Não estou falando do político. Estou falando do nome mesmo. Dessa combinação de dois Efes, dois Us, um Cê e um A. Faça um exercício, repita comigo três vezes:

Fufuca.

Fufuca.

Fufuca.

Se seu dia não começar melhor depois disso, você precisa aprender a apreciar melhor a poesia das palavras. Fufuca não traz absolutamente nenhuma energia negativa.
Fufuca tem um quê de nostalgia infantil muito gostoso.

Fufuca poderia ser um bebê de colo se referindo ao carro do avô, que é um fusca.

Fufuca poderia ser nome de prato que você come de férias no Nordeste, com farofa e carne seca.

Fufuca poderia ser o nome que um menino criado na roça dá pro seu porquinho de estimação.

Fufuca poderia ser o jeito que a Nair Bello se refere a sexo em alguma minissérie boa dos anos 90.

nair-bello

“Ma che, desde que teu nono moreu que ninguém mais fufuca nessa casa, Bernadete.”

Fufuca poderia ser o jeito que o Osmar Santos se refere àquela bola que entra chorando e cai no cantinho da rede (“essa fooooooi direeeeeto na fufuca!”).

Fufuca poderia um quinto Trapalhão. Didi, Dedé, Mussum, Zacarias e Fufuca.

Mas não. Fufuca é um deputado. Mas mesmo sendo um deputado ele não consegue estragar a magia do nome.

Outro deputado, o Júlio Delgado (PSB-MG), disse o seguinte em entrevista ao Globo:

“- Se o Rodrigo (Maia), que conseguiu fazer uma grande coalizão, não conseguiu concluir a votação da reforma, imagina o Fufuca.”

 

Imagina. O. Fufuca.

Sério. Fecha o olho e pensa nessas três palavras. Imagina o Fufuca aí rapidinho.

Imaginou?

Se você não visualizou um cuzão gigante na sua mente você imaginou errado. Você é um adulto, ok, parabéns. Mas infelizmente perdeu toda a capacidade de ver poesia nas coisas.

E aí vai olhar pras notícias da Câmara nos próximos oito dias e não vai conseguir achar graça de nada, só vai conseguir ver o tanto que estamos tomando no fufuca mesmo.
Uma pena.
Anúncios

Carta aberta ao Marcelo Oliveira

marcelotrienador-1863946705

Oi Marcelo, beleza?

Queria começar dizendo que admiro muito seu trabalho e sua personalidade. Você deve estar aí finalizando os últimos preparativos pra estrear com sua camisa favorita amanhã contra o grêmio, então vou ser breve. Queria só te fazer uma sugestão.

Eu sei que você entende muito de futebol, Marcelo, mas como atleticano sei que você entende mais ainda de Atlético. Então queria te dar uma ideia. Esquece esquema tático, Marcelo. Vamos de ESQUEMA DO AÉCIO. Eu sei, eu sei… você deve estar pensando que todo mundo conhece o esquema do Aécio né professor? Mas pensa: ele combina demais com o Galo. Vale a pena tentar, é o time que todo atleticano quer, olha só:

Quero nossa defesa jogando com muito amor à camisa e afastando qualquer mínima possibilidade de perigo.

Quero nosso ataque incessante, tentando qualquer chance, partindo pra cima com muita criatividade e pouca técnica, como é a cara do Tucan…er, do Galo.

E sabe o que é melhor desse esquema, Marcelo? Ele combina DEMAIS com o Leandro Donizete. Pode falar com o general pra fazer de tudo, a maioria das vezes os juízes não vão nem ver. E se verem também, tenho certeza que vão falar que não foi nada.

Enfim, quero o time inconformado com a derrota. Querendo vencer a qualquer custo. Quero raça, quero vontade, quero intensidade, quero que joguem como se tivessem… sei lá, cheirado um carreirão de pó (hipoteticamente falando, claro. Não queremos nenhuma suspeita de recursos ilícitos pairando por aqui).

Você deve estar me achando utópico e até um pouco clichê, né Marcelão… mas se o time jogar nesse esquema, te juro, a vitória vem.

Afinal se até hoje ninguém deu conta de parar, não vai ser na nossa vez de usar que vai dar errado né?

Boa sorte, professor. Vamo Galo!


Não faz isso comigo, Mondelez

Poucas vezes na vida a gente consegue unir a chamada “qualidade e sofisticação” com uma sensação de custo benefício válido. Em tempos de crise então, isso é ainda mais difícil.

Talvez por isso, eu tenha ficado boladíssimo com o fato de não conseguir encontrar, nos últimos dois meses, um único estabelecimento que esteja comercializando a goma de mascar conhecida como Trident Global Connections.

Esse chicletes é tudo que um jovem adulto precisa em matéria de chicletes. Ele vem numa carteirinha semelhante a um maço de cigarros, que permite sacá-la rapidamente do bolso e o fácil manuseio das peças de chicletes (ótimo para bêbados), além de poder ser partida no meio, para deixar metade no bolso e metade na mesa do trabalho. Além de tudo, ela é bonitona, uma vibe meio modernosa e cosmopolita, cara de coisa cara, aquele tipo de produto que houve uma época em que a juventude chamaria de “estribado”.

DSC08976

Aliás, por falar em “cara de caro”, um dos motivos pelos quais eu gosto muito de Trident Global Connections é o custo benefício. O preço a princípio assusta (flutua ali em torno dos cinco reais). Mas vem com VINTE chicletes dentro, dura mais de uma semana. O chicletes em si é bom também, o gosto dura, é refrescante, dá uma disfarçada na boca de almoço caso você precise correr pra uma reunião sem escovar os dentes e tudo mais. E ainda tem um de melancia que é quase uma sobremesa.

Isto posto, imagine a minha decepção quando eu parei de encontrar Trident Global Connections por aí. Eu gosto de personificar as marcas quando preciso conversar com elas, como se o nome da marca fosse seu sobrenome e seu nome fosse Osvaldo. Então vem cá, senhor Osvaldo Mondelez, precisamos conversar.

Osvaldo, eu não sei se é um problema de produção, se ele saiu de linha ou se é uma questão de logística ou ainda uma picuinha qualquer com o comércio de Belo Horizonte, mas sério cara, não faz isso comigo. O país nessa crise e eu tendo que comprar Trident de canela. Não que ele seja ruim, eu gosto muito. Mas ele dura muito pouco e não é a mesma coisa: o chiclete é menor, a embalagem é uma marmota e eu perco várias nos bolsos da vida… e não tem tanta graça de oferecer pras novinhas sem aquela embalagem estribada (fora que vem só oito cinco!, bate meio um egoísmo de dividir). Volta com o Trident Global Connections aí cara, por favor. Não precisa nem ser todos, pode ser só o azulzinho e uma vez ou outra o do Rio de Janeiro.

E já que estamos tendo a oportunidade de conversar, Osvaldo, se não for pedir muito, acho que já passou da hora de trazer aqueles Oreos diferentinhos pro Brasil. Quebra o galho aí, a gente tá precisando de umas pequenas alegrias cotidianas.

Mas o mais importante é fazer ter Trident Global Connections de novo no mercado. Pelo menos nas Lojas Americanas.

Abração.


Viva o trote do direito

Uma curtinha:

Essa semana acompanhamos na internet cenas lamentáveis, asquerosas, inconcebíveis e injustificáveis ocorridas durante um dos eventos que marcam o início da vida dos jovens no curso superior. Situações que, por mais que sejam discutidas ou justificadas, simplesmente não deveriam ter ocorrido. Situações que mostram que a educação recebida pelos jovens em nosso país está a beira da falência, tanto técnica quanto moral, ética e até cultural.

Estou falando, obviamente, dos erros apontados nas redações do ENEM. Erros técnicos – como redações com nota máxima que apresentam erros como “trousse”, e erros morais, como a simpática receita de miojo colocada na prova por um aluno. Uma situação surreal em vários níveis diferentes. O primeiro, claro: a falta de noção do aluno, de tomar a decisão de fazer uma coisa dessas em uma prova como o ENEM, que, por mais ridícula que seja, pode definir seu futuro acadêmico. A segunda, do MEC, de querer justificar que um absurdo desse tem alguma interpretação que não seja a de uma cagada gigantesca. Até o fato de a receita ser de miojo é preocupante: o jovem é tão intelectualmente preguiçoso que transcreveu a segunda receita mais fácil da culinária, só atrás do gelo. É absolutamente vergonhoso ver que um tipo desses corra um sério risco de entrar numa universidade e ter um diploma de curso superior.

Ah sim, e teve a história dos sujeitos do direito da UFMG, faculdade da qual sou ex-aluno, inclusive. Eu poderia seguir a linha do MEC e argumentar que eles são um produto desse meio doentio descrito aí em cima, mas isso seria imbecil da minha parte. Vou dizer apenas que adorei a atitude deles, e adorei o fato de ele ter sido fartamente documentada e divulgada. Achei ótimo ela ser tão sintomática.

Porque nada melhor que sintomas como náuseas e uma bela dor de cabeça pra te mostrar que tem alguma coisa errada. E que a educação que estamos recebendo no Brasil precisa ser hospitalizada com urgência.


Dudu Indelicado

Você que está aí sentado confortavelmente na frente do computador compartilhando #foto #de #tacinha #de #champa no face não consegue perceber, mas uma guerra está prestes a começar bem debaixo do seu nariz, seu alienado.

Em breve a turma do BBB vai pedir a reintegração de posse dessa timeline e vai encontrar um monte de índios Guaranis Kaiowas acampados por aqui. Eles querem transformar a área em uma reserva para cães abandonados. A polícia será chamada e irá restaurar a ordem separando a bagunça: metade pro lado dos machistas e a outra pro lado dos racistas. A polícia do politicamente correto não dá mole. Por sorte tem gente rezando pela segurança da família brasileira. A própria Maria mãe de deus vai dar o ar da graça pra apaziguar a timeline. 36 vezes por dia.

Mas a grande maioria do povo brasileiro não vai nem ver o que está acontecendo, porque desligou o computador e foi ler um livro…. epa, nada disso! De acordo com a mídia golpista a grande verdade é que a galera não prestou atenção porque estava tentando ver um vídeo inacreditável em que uma menina de 17 anos faz estripulias na escola. Por sorte o Alexandre Garcia apareceu pra dizer que era vírus antes de ser tirado do ar e demitido da Rede Globo. O vírus era culpa do Lula, mas isso ninguém comenta! Se fosse futebol todo mundo comentava!

Os únicos que não acreditaram no vídeo foram os ateus, porque eles não acreditam em na-da. Aliás, de tão superiores, foram embora na garupa do quadriciclo do Zeca Pagodinho. Só deixaram uma enquete sobre esse texto pra trás:

Se você acha que a Fani vai ganhar o BBB, curta.

Se você acha que filho de político tem que estudar em escola pública, compartilhe.

Se ESTA PESSOA NÃO SE SENTIU OFENDIDA PELOS ESTEREÓTIPOS APRESENTADOS NO TEXTO, COLE ISSO NO SEU MURAL.

Se você se sentiu ofendido pelos estereótipos apresentados no texto, não se preocupe: as cinco primeiras pessoas que comentarem enchendo meu saco, em algum momento do ano, serão mandadas pro inferno. Talvez eu mande pessoalmente, talvez por email…


Horóscopo Susan Miller para homens hétero

*Este texto é, obviamente, uma obra de ficção. Não existe horóscopo para homens hétero.

Áries

A chegada do inverno deixa evidentes alguns pontos controversos da sua aura. Neste período de clima frio, fica mais fácil reparar o grande número de suéteres gola V que você possui, além de despertar em seu círculo de convivência a lembrança de que você aderiu à moda de usar lenço palestino a dois anos atrás, mesmo sendo homem. Isso pode levantar suspeitas sobre a sua sexualidade. Durante este período turbulento, evite comentar que o clima do inverno resseca sua pele, ou pedir mojito no happy hour com os amigos.
No amor: não tenha medo de expressar toda a sua delicadeza. As mulheres adoram homens sensíveis.
Na vida profissional: retire essa caixa de chá verde de cima da sua mesa. Aí já é demais.

Touro

Você atravessará um período conturbado devido a uma terrível convergência do destino: infelizmente, a semana de TPM da sua namorada coincidiu com o anúncio da separação de Johnny Depp, Daniel de Oliveira, Tande e Bruno Gagliasso, o que a faz acreditar que “a bruxa tá solta” e deixá-la aproximadamente cinco vezes mais paranóica que o normal. Pense bem no que dizer antes de abrir a boca, tenha sempre um chocolate à mão e evite deixá-la insegura. Lembre-se de que, entre os signos do zodíaco, o conhecido por ter chifres é você.
No amor: tempo propício de  começar relacionamentos com pessoas de capricórnio, que pelo menos é um signo que ostenta chifres maiores que o seu.
Na vida profissional: evite comentar sobre a nova secretária que seu chefe contratou.

Gêmeos

O período de tranquilidade e calmaria está terminando, em breve as turbulências e polêmicas voltarão ao cotidiano à medida que Ronaldinho Gaúcho for descobrindo as boates de Belo Horizonte. Mas para Gêmeos, no caso, as coisas continuam na mesma. Conhecido por ser uma pessoa de extremos, o geminiano continuará sendo considerado um chato por todo o cosmos. Para combater essa influência negativa, é interessante que o geminiano preste atenção a algumas atitudes, como por exemplo: antes de demonstrar toda o seu conhecimento sobre a política interna da Síria, comece a lavar a própria louça.
No amor: Por ser duas caras, o geminiano deve tomar cuidado. Ao encontrar a amada, deve desativar as notificações automáticas de seu whatsapp.
Na vida profissional: o universo gostaria de lembrar ao geminiano que sua opinião não é necessária em todo e qualquer assunto que você escuta.

Câncer

Este é um período de revelações para a pessoa de Câncer, que não deve ter medo de se mostrar para o mundo exterior. Cantarolar a música das empreguetes em público não é vergonha nenhuma, afinal mais raro do que um alinhamento entre planetas é a Globo fazer uma novela das sete boa, o que é o caso. Entretanto, o canceriano deve tomar cuidado para não exagerar e começar a usar as gírias da novela, afinal não existe nada mais ridículo do que gente que usa gírias de novela.
No amor:  A pessoa de câncer é conhecida por ser “chorona” e se fazer de vítima. Evite escutar Adele.
Na vida profissional: evite escutar qualquer coisa sem fones de ouvido.

Leão

A pessoa de Leão se acha. Ao invés de ler “O monge e o executivo” e fazer séries na academia apenas pra parte superior do corpo, o leonino deve tentar controlar seus ímpetos de autoadoração para se tornar uma pessoa mais tolerável. Deve estar atento  a não se fazer tanto de vítima quando descobre que não é essa Coca-Cola toda, pois estudos recentes indicam que os genes do leonino são os principais responsáveis pelo fato de as novas gerações terem cada vez mais cara de moça.
No amor: a influência da lua sobre o seu salário de estagiário não permite que você pague tudo para a moça, então tenha dois encontros no mês, no máximo.
Na vida profissional: não faça direito. Não existe nada mais insuportável que um leonino que faz direito. 

Virgem

A aproximação de um momento de decisão cria angústias e incertezas na mente do homem de virgem: para quem torcer? Corinthians ou Boca Juniors? Evite tomar decisões durante esse período de dúvidas. O virginiano deve apenas relaxar, tomar uma cerveja e torcer para que a terra abra e engula o estádio com os dois times e suas respectivas torcidas dentro. Tanto no primeiro, quanto no segundo jogo.
No amor: Para o homem, não dá pra pensar em amor sendo virgem.
Na vida profissional: use o “responder a todos” do email APENAS QUANDO A RESPOSTA REALMENTE INTERESSAR A TODOS, FILHO DA PUTA.

Libra

Conhecida pelo equilíbrio em suas decisões, a pessoa de libra invariavelmente se torna chata pra caralho. Seu “equilíbrio” nada mais é do que sua incapacidade de sair de cima do muro. O libriano típico é aquele sujeito que compra livros com coletâneas de pensamentos do Rubem Alves, Oscar Wilde ou outro tipo desses, e começa a citar frases aleatórias sempre que não sabe o que dizer e acha que está se passando por culto. Neste período de ascensão da Classe C, deve evitar compartilhar imagens nas redes sociais, pois ou vai ser pseudo-político, ou pseudo-religioso, ou pseudo-engraçado e ninguém gosta disso.
No amor: Evite se relacionar com pessoas de escorpião, que são manipuladoras e vão se aproveitar do fato de você não conseguir tomar uma decisão na vida, seu tanga frouxa.
Na vida profissional: Evite mandar email perguntando para onde você pode “estar encaminhando” seu currículo.

Escorpião

O escorpiano gosta de se gabar de ser um conquistador nato, com alto poder de sedução.    Entretanto algumas interferências mundanas podem mascarar seu poder de sedução, como por exemplo colocar som no porta mala, usar regata pra sair à noite e fazer dancinhas combinadas com outros amigos escorpianos. Mas não se abale: a chegada de uma nova tendência “periguete” despertada pela personagem da Isis Valverde na novela pode te abrir alguns caminhos de sucesso. O escorpiano, inclusive, deve ficar atento à Isis Valverde, que está muito gostosa.  
No amor: Caso pretenda iniciar um novo relacionamento, o escorpiano deve ficar atento: só você e o Mark Zuckerberg acham que é possível paquerar “cutucando” alguém no Facebook. Porém ele é bilionário e você não, então aproveite o momento para rever alguns conceitos.
Na vida profissional: para garantir um período próspero no trabalho, não existe atitude melhor para fazer o universo conspirar a seu favor do que puxar o saco das pessoas certas.

Sagitário

“Se o campeonato acabasse hoje, o Cruzeiro era campeão hein?!” frases como essas podem prejudicar as relações da pessoa de sagitário nessa época da vida. Em primeiro lugar porque o campeonato brasileiro não vai acabar em pleno Julho e em segundo lugar porque não é engraçado muito menos criativo falar isso. Pretensamente bem humorado, o sagitariano deve tomar cuidado para não virar o tiozão da geração seguinte. Você deve aproveitar o período de mudanças que ocorre na transição do primeiro para o segundo semestre e deixar de ser coxinha.
No amor: Aproveite o magnetismo provocado pela aproximação de vênus e júpiter para conversar ohando nos olhos e evite juntar saliva nos cantos da boca enquanto estiver conversando.
Na vida profissional: pare de pegar comida que não te pertence na geladeira. As pessoas sabem que é você.

Capricórnio

A pessoa de capricórnio passa por um momento de intensas transformações em sua vida. Já próximo da casa dos 30 anos, o metabolismo do capricorniano não é mais o mesmo. Durante esse período, evite beber vodca às sextas feiras, ou a azia proveniente dessa decisão impedirá que você beba pelo resto do fim de semana.
No amor: para azar do capricorniano, o dia dos namorados já passou e com ele passou também o desespero da mulherada em arrumar alguém. O alinhamento da moda do sertanejo universitário com o período de festas juninas, porém, cria um momento propício para a pessoa de Caprícornio chutar a lata e pegar umas gordinhas nesses rodeios de interior.
Na vida profissional: evite fazer MBA em marketing. Na prática essa bosta não serve pra nada.

Aquário

Instrospectivo, o homem de aquário deve tomar cuidado para não parecer arrogante. A proximidade do atual momento com o final do mês pode deixar as pessoas do seu convívio social ligeiramente cansadas e mal humoradas, por isso evite ficar repetindo os casos daquele seu intercâmbio na Europa que ninguém mais está afim de escutar.  
No amor: Evite discutir a relação por telefone. Conversar com uma mulher sem visualizar sua expressão facial e corporal pode ser um erro muito perigoso.
Na vida profissional: não encaminhe emails “com um texto genial do Jabor”. Primeiro que o Jabor não é genial e segundo que o texto nem é dele.

Peixes

Este é um período de ver coisas nunca antes vistas para o pisciano. Entretanto, a novidade tão aguardada pode demorar um pouco mais para ser usufruida por você. Sim, o novo Batman estréia no próximo 27, entretanto o fato de estarmos atravessando um período de férias escolares irá fazer você querer ir ao cinema apenas no começo de Agosto, evitando assim perturbações causadas por pré adolescentes mimados.
No amor: não deixe transparecer que você está tão ansioso assim por causa do filme do Batman, seu nerd.
Na vida profissional: A presença vigilante da Lua sobre a pessoa de Peixes insiste para que você pare de baixar filmes no torrent. Algumas pessoas no escritório utilizam a internet para trabalhar.


Como Luiza foi parar no Canadá (relatos da vida em agência).

18:35

Atendimento ao telefone:

 – O cliente mandou um job pra um vídeo de lançamento do empreendimento. Vou precisar da ajuda de vocês pra reunir algumas informações pro pessoal da criação.

Planejamento (esfregando o rosto):

– Ok, qual o público?

Atendimento (com pressa):

– Olha, o cliente ainda não definiu muito bem, mas disse que é classe AB, mas também é acessível pra classe C que vem crescendo muito e quer um plus a mais: que o vídeo seja inspiracional pra classe D e E, pra reforçar a marca frente a esse público. A estratégia é boa né? Eu e a Marketing de lá fizemos MBA juntas.

Planejamento (cansado demais pra discutir):

– Putz. OK. Qual a verba?

– Não sei.

– A localização do empreendimento?

– Não sei.

– Os diferenciais do empreendimento?

– Não sei.

– Quando ele vai ser entregue?

– Não sei.

18:40

Planejamento (arranhando as paredes):

– Será que rola de ligar pra ele e perguntar então? Senão vai ficar foda definir alguma coisa.

Atendimento (já meio nervosa):

– Olha, não dá porque toda quarta esse horário ele joga tênis com o dono da agência e já saiu. E eu também tenho peeling facial marcado pra daqui 5 minutos, não posso ficar aqui. Olha, faz o seguinte: pensa num direcionamento ousado, mas tradicional… com uma pegada criativa, porém sem fugir muito dos padrões do mercado imobiliário. Ele gosta de humor, mas tem que passar a seriedade da compra de um apartamento. Ah, e também tem que ser requintado, mas numa linguagem acessível ao grande público. Enfim, o de sempre.

Planejamento (sentido uma dor fulminante no braço esquerdo):

– Tá, tá! Qual o prazo?

– Vou pedir pra criação me mandar até sete horas, porque o cliente viaja amanhã cedinho e quer ver antes. Vou enviar pro iPad dele do meu iPhone.

[…]

18:46

Criação ao telefone (Highway to Hell tocando alto ao fundo):

– Cara, o atendimento me mandou um email aqui, cheio de erro de português, pedindo pra fritar um roteiro de VT aqui, tem algum direcionamento aí que possa nos ajudar?

Planejamento (twitando indiretas enquanto fala ao telefone):

– Opa. Bom, a única coisa que deu pra pesquisar durante esse tempo é que a Classe AB tá investindo muito em lazer, curtir a vida… tipo viagens ao exterior, sabe? E dá muito valor à família. Lembra que o roteiro tem que ser ousado, mas tradicional… com uma pegada criativa, porém sem fugir muito dos padrões do mercado imobiliário. Ele gosta de humor, mas tem que passar a seriedade da compra de um apartamento. Ah, e também tem que ser requintado, mas numa linguagem acessível ao grande público. Enfim, o de sempre.

Criação (rindo por dentro):

– Belê. Em dois minutos mando pra ela aqui.

[…]

18:50

Email da criação no iPhone:

Ei! Segue o roteiro. Usamos uma super tendência que é que a classe Classe AB tá investindo muito em lazer, curtir a vida… tipo viagens ao exterior, sabe? E dá muito valor à família.

Beijão.

PS: que horas você sai do peeling? Minha banda vai tocar hoje naquele barzinho meio rock, meio cult super hypado, vai comigo?

[…]

19:00

Atendimento twitta:

Gente, alguém sabe como dá ctrl c crtl v no iPhone?

[…]

19:15

Boa noite, segue o roteiro com a defeza da criação:

Usamos uma super tendência que é que a classe Classe AB tá investindo muito em lazer, curtir a vida… tipo viagens ao exterior, sabe? E dá muito valor à família.

aguardo retorno.

Atensiosamente,

atendimento.

[…]

19:50

Atendimento ao telefone:

– Ei. O cliente falou que vai chegar em casa, tomar um banho, jantar, ver um filme, aí vai dar uma olhada no roteiro e perguntar pra esposa se ela gosta, fica aguardando aí que pode ter alguma alteração.

Criação (mastigando uma batata fria do McDonald`s):

– Putaqueopariu! É sempre a mesma merda! Manda esse vampiro ser rápido!

[…]

01:05

Email do atendimento:

Encaminhei pra você o retorno do cliente. Ele adorou tudo, só pediu pra mudar a trilha, a direção de arte e o texto. A produtora é aquela do sobrinho dele, então não pode ser um negócio muito difícil de entender.

[…]

09:00

Atendimento ao telefone (desesperada):

Então, ele gostou dessa décima oitava versão, vai ser ela! Vou mandar produzir que a fita tem que estar na globo meio dia!

[…]

11:48

Atendimento ao telefone (histérica):

PELAMORDEDEUS TAMO FUDIDO! O CLIENTE DIZ QUE MOSTROU A FITA PRO CELIDSON, TÉCNICO DE SEGURAÇA DA EMPRESA, E ELE ACHA QUE TEM QUE FICAR MAIS EXPLÍCITO ESSE NEGÓCIO DA VIAGEM AO EXTERIOR!!! MUDA AÍ E INSERE NO ROTEIRO RÁPIDO QUE O CARA DA GLOBO JÁ TÁ FUNGANDO NO MEU CANGOTE E SE EU NÃO GANHAR CONVITE PRA FESTA DELES ESSE ANO A CULPA É SUA!

Criação (resignado):

– Ok.

[…]

11:49

Atendimento ao telefone:

– Já mudou?

Criação (puto):

– Tô mudando. Tô pensando em um jeito de encaixar no roteiro aqui.

[…]

11:50

Atendimento ao telefone:

– Já mudou?

Criação (puto):

– Tô mudando.

[…]

11:51

Atendimento ao telefone:

– Já mudou?

Criação (puto):

– Já vai porra!

[…]

11:52

Atendimento ao telefone (ensandecido):

– Já mudou?

Criação (puto):

– TÔ MUDANDO CARALHO!

Atendimento chora.

[…]

11:55

Atendimento (por email, que é pra não desgastar):

O cliente não gostou. A mulher dele pediu pra, ao invés disso, colocar uma referência à filha deles, que tá fazendo intercâmbio. Ela mesmo já escreveu por cima e mandou pra produtora. Eles vão enviar a fita pra Globo por lá mesmo.

[…]

18:00

O comercial entra no ar no intervalo da novela.